Ingrata Maria ( Versão de Goiano e Paranaense)

25/09/2010 21:55

VÍDEO PARA ACOMPANHAR O SOLO:  http://www.youtube.com/watch?v=Xc2BsaUt79s

 

  SOLO DA INTRODUÇÃO E DO FINAL DAS ESTROFES:

                                    |<------------------>| solo realizado no final das estrofes

|-------------------------2-7-7-7-7-7------7-7--

|-------------------------2-7-7-7-7-7------7-7--

|---------0-1-0---------2-7-7-7-8-7/8/7-7-7--

|-0-0-2-0-2-0-2-0-0-2-7-7-7-9-7/9/7-7-7--

|-0-2-3---------3-2-0-2-7-7-7-7-7------7-7--

 

                                B B C B B B           C B

 

[1]

 

|------------------------------------------------2

|------------------------------------------------2

|-2-2/7-7-7-7-7-7/5-5-5-5/3-3-3-2-2-2-2

|-2-2/7-7-7-7-7-7/6-6-6-6/4-4-4-2-2-2-2

|------------------------------------------------2

[2]

  

|-----------------------------------------------

|-----------------------------------------------

|-3/5-5-5-5-5-5-5-5/7-5-5-3-3-2-2-0--

|-4/6-6-6-6-6-6-6-6/7-6-6-4-4-2-2-0-2

|---------------------------------------------4

 

[3]

 

e  |---------------------------------------

b  |---------------------------------------

G#|---------------------------------------

E  |----------------------------------------

B  |-0-0-0-0-0-2-4-0-0-4-0-0-2-2-2---

 

[4]

 

|--------------------------------------------0-0------

|--------------------------------------------0-0------

|--------------------------------------------0-0--- 1-0

|--------------------------------------------0-0-2-2-0

|-0-0-0-0-0-2-4-0--0-0-0-0-2-4-4/5-0-0-4----

 

[5]

 

|-----------------------------------------7---

|-----------------------------------------7---

|-2/3-3-3-3-3-3-2--------------------7---

|-2/4-4-4-4-4-4-2-2-2-2/4-0-0----7---

|----------------------4-4-4/5-2-2-0-7---

 

 

[1]De noite eu tive sonhando contigo minha princesa 

[2]Acordando não vi nada, o sonho não é certeza – 

[3]Eu passei o dia todo chorando, só de tristeza. 

[4]Esta minha triste vida eu confesso com franqueza 

[5]Ando vendo em toda parte teu semblante de beleza. 

 

[1]É triste viver no mundo amando sem ser amado; 

[2]Um coração que padece vive triste amargurado. 

[3]E um coração que não ama vive alegre sossegado! 

[4]Quando você passar por mim com seu andar balanceado, 

[5]Eu prego os olhos no chão pra chorar mais disfarçado. 

 

[1]Quisera que Deus me desse o prazer de conquistar 

[2]Desse seus olhinhos lindos a ventura de um olhar 

[3]E depois de um certo tempo suas mãozinhas segurar 

[4]E encostada no meu peito só pra você escutar 

[5]E sentir o tic-tac de um coração disparar. 

 

[1]Eu quisera ser o pente pra ajeitar seu penteado 

[2]E uma fita cor de rosa no seu cabelo amarrado 

[3]Eu quisera ser a barra do seu vestido rendado 

[4]Eu quisera ser o salto do seu sapato dourado, 

[5]Pra voe pisar bem forte nesse coração magoado. 

 

[1]A tristeza me acompanha, não tenho mais alegria 

[2]Eu procuro disfarçar esta minha melancolia – 

[3]Eu quisera nascer cego, talvez assim não sofria 

[4]E melhor viver nas trevas do que ver a luz do dia 

[5]Do que ver o semblante de você Ingrata Maria! 

—————

Voltar